• Facebook: ifscjaragua
  • Twitter: ifsc

Guia de Cursos

acesso portal guia cursos

icone docentes horarios atividades


Como Configurar Wifi

Tutorial Alunos

Conheça o sistema de reserva de vagas do IFSC PDF Imprimir E-mail
Qui, 21 de Maio de 2015 12:14

O IFSC está com inscrições abertas até 25 de maio para processo seletivo 2015.2 para cerca de 3 mil vagas em cursos técnicos e superiores em 17 cidades (clique aqui e veja as opções de curso por câmpus). Para todos os cursos, há reserva de vaga para candidatos que estudaram em escolas públicas.

 

Do total de vagas ofertadas em cada curso, 50% delas são reservadas para candidatos que estudaram em escola pública. Dentro desse percentual, há ainda a reserva de vaga para candidatos de baixa renda e para aqueles que se autodeclarem pretos, pardos ou indígenas.

 

Para se inscrever pelo sistema de cotas para os cursos técnicos é necessário ter cursado todo o Ensino Fundamental em escola pública. Já para se inscrever nos cursos de graduação o candidato deve ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública. Os candidatos que não se enquadram nessas situações devem, no momento da inscrição, selecionar a opção ampla concorrência.

 

O Sistema de Cotas para Escolas Públicas do IFSC vale para todos os tipos de curso técnicos (Proeja, integrado, concomitante e subsequente) e de graduação (bacharelado, licenciatura e superior de tecnologia). Os candidatos aos cursos técnicos devem ter feito todo o ensino fundamental (da 1ª a 8a ou 9a série, dependendo do caso) em instituição pública (federal, estadual ou municipal). Já para quem quer concorrer a vaga na graduação por meio do sistema de cotas, a exigência é ter estudado todo o Ensino Médio em escola pública.

 

Também pode participar quem fez educação de jovens e adultos (EJA), ou tem certificado de conclusão do ensino médio com base no resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) ou em exames de certificação realizados por sistemas estaduais de ensino.

 

Divisão das vagas

 

Dentro das vagas reservadas para escolas públicas, há duas subdivisões: metade delas são para quem tem renda familiar bruta igual ou menor que um salário mínimo e meio por pessoa e outra metade para quem tem renda familiar bruta acima desse valor. E, em cada subdivisão dessa, há ainda a reserva de 16% das vagas para candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas. Esse percentual foi definido com base na proporção de habitantes de Santa Catarina que pertencem a essas raças, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os 84% restantes ficam para candidatos que se autodeclaram de outras etnias ou mesmo pretos, pardos e indígenas que não querem concorrer pela reserva de vagas étnico-raciais.

 

Como participar do Sistema de Cotas

 

A opção pela reserva de vagas deve ser feita no momento da inscrição, no Portal de Ingresso. Se o candidato optar pelo Sistema de Cotas, não significa que concorrerá somente àquelas vagas – primeiro, ele participa da ampla concorrência e, se não for aprovado por ela, vai para as cotas.

 

Na hora da inscrição, os candidatos escolhem se querem ou não concorrer pela reserva de vagas étnico-raciais e participam somente do tipo de reserva que escolheram. Ou seja, se um candidato autodeclarado preto, pardo ou indígena e que escolheu a reserva de vagas étnico-raciais não for aprovado pela ampla concorrência, ele concorre apenas aos 16% reservados para pretos, pardos e indígenas em cada categoria de renda familiar bruta por pessoa. Do mesmo modo, quem não optou pelas cotas étnico-raciais, concorre somente aos 84% de vagas de cada categoria.

 

Não é obrigatório, porém, que uma pessoa autodeclarada preta, parda ou indígena em censos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) participe da reserva de vagas étnico-raciais – essa é uma opção que ela deve fazer no momento da inscrição.

 

Como comprovar que cumpre os pré-requisitos

 

O candidato que optou pelo Sistema de Cotas deve comprovar que cumpre os pré-requisitos no momento em que fizer a matrícula no curso, se for aprovado. Se não conseguir comprovar, perde o direito à vaga. Os documentos necessários para comprovar autodeclaração racial, estudo sempre em escola pública e renda familiar bruta por pessoa estão nos editais de abertura do processo seletivo do IFSC.

 

Clique aqui e saiba quais cursos ofertados para ingresso no segundo semestre de 2015.

 

Mais informações sobre o Sistema de Cotas e o processo de ingresso do IFSC podem ser encontradas no Portal de Ingresso ou pelo telefone 0800 722 0250. A ligação é gratuita.

 

 

 

 

 
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.