• Facebook: ifscjaragua
  • Twitter: ifsc

Guia de Cursos

acesso portal guia cursos

icone docentes horarios atividades


Como Configurar Wifi

Tutorial Alunos

Trabalho desenvolvido no câmpus é premiado em evento internacional de design e ergonomia PDF Imprimir E-mail
Sex, 26 de Junho de 2015 11:32

A aplicação da técnica de modelagem cartesiana à construção de figurinos personalizados para bailarinos com necessidades específicas, visando à confecção de trajes seguros, bonitos, funcionais e anatomicamente adaptados. Esse é o tema do trabalho apresentado por três servidoras do Câmpus Jaraguá do Sul durante um congresso internacional de design e ergonomia e que está entre os 15 artigos selecionados para compor uma edição especial da revista científica Estudos em Design (classificação B1), da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

 

O artigo das servidoras Mara Rubia Theis, Laryssa Tarachucky e Emanoela Mardula (clique aqui para ler) foi selecionado em meio a aproximadamente cem trabalhos apresentados durante o 15º Congresso Internacional de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces Humano-Tecnologia: Produto, Informações, Ambientes Construídos e Transporte (ErgoDesign). O evento foi realizado em Recife (PE), entre os dias 8 e 11 de junho, na Universidade Federal de Pernambuco.

 

Segundo uma das autoras, a técnica de modelagem apresentada no trabalho envolve profissionais das áreas de Moda e de Vestuário e foi desenvolvida no grupo de pesquisa Educando com Estilo. “Ela é resultado de mais de 15 anos de estudos. Desde 2007 essa técnica também é aplicada ao processo de ensino de modelagem no câmpus e já foi compilada em uma apostila didática que apresenta a metodologia completa”, destaca Mara.

 

Um dos resultados práticos da técnica de modelagem cartesiana foi obtido durante o desenvolvimento de um projeto de extensão junto ao grupo de dança da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Jaraguá do Sul, em 2014. Durante dez meses foi realizado um estudo sobre os figurinos dos bailarinos, os quais foram desenvolvidos com a ajuda de servidores, discentes, voluntários e ex-alunos, além do apoio de empresas da região que doaram materiais para a confecção dos figurinos.

 

Para a professora Mara, é importante a divulgação de metodologias que relacionem a modelagem ao processo criativo e à experiência do usuário, como foi o caso do desenvolvimento das roupas para a Apae de Jaraguá do Sul. “Estudos apontam que, nos próximos 20 anos, teremos pelo 25% da população com alguma deficiência física ou intelectual. É preciso abrir as pesquisas para o desenvolvimento de produtos que preventivamente já pensem nas pessoas com necessidades específicas”, afirma.

 

O trabalho premiado no evento de Recife também será tema de um livro que apresentará e detalhará a metodologia desenvolvida no IFSC. Além disso, a pesquisa terá desdobramentos em linhas de pesquisa ligadas aos pesquisadores do Câmpus Jaraguá do Sul.

 

Clique aqui e conheça o resultado da aplicação da metodologia junto ao grupo de dança da Apae de Jaraguá do Sul.

 

Confira também, a seguir, observações das autoras sobre o projeto e as roupas elaboradas, além da lista de agradecimentos.

 

Sobre os figurinos confeccionados

“Essa segunda pele iniciou-se do traçado em grafite do estudo dos corpos, e, como telas em branco, foram moldadas, tomaram formatos de vestidos, tops, blusas, saias, calças e camisas que tinham a função maior de acomodar, abraçar os corpos com conforto, serem fáceis no manuseio em vestir e despir; mas em transpor a identidade, a individualidade especial entre iguais, para uma plateia tão diversa, que em um barulhento silêncio transbordou a linguagem iluminada, multicolorida e alegre em suas texturas, adornos, bordados, apliques.”

 

Agradecimentos do projeto

Coordenadora do projeto: Mara Rubia Theis

Equipe executora servidores IFSC: Camila França; Emanoela Mardula; Fabiane Murara; Mara Rubia Theis; Silvana Witkoski

Equipe executora alunos IFSC: Ana Luiza Costa; Carla Pongelli; Caroline T. Tecilla; Débora Rediess; Elizabeth N. Wachsmann; Everton Cassol; Jian Borges; Karen Muller; Luana C. Heinz; Natália M. dos Passos; Nilda Cosmos; Marcia R. de Araujo; Marlize Bilck; Matheus Odwazny; Maria G. da Silva

Divulgação: Daniel Augustin Pereira

Parcerias externas de doação de materiais: By Eucébio Atelier (Joinville); Finamor Confecções (Indaial); Atelier (Jaraguá do Sul); Escola de Samba Protegidos da Princesa (Florianópolis); Ponto a Ponto Acessórios (Jaraguá do Sul)

Equipe executora voluntários: Integrantes da ONG Mãos que ajudam de Jaraguá do

Sul; Elaine Amaral da Luz, Ana Vieira; Jorge Luiz da Silva Souza

 

Agradecimentos: equipe APAE CAESP

Diretora: Cleide Stringari dos Santos

Coordenadora: Claudia Arrazão

Coreografia: Andrielly T. B. Pinto; Marcos R. Rigol

Bailarinos – alunos APAE: Ana Carolina Coelho; Ana Maria Hencke; Andressa A. S. Weiss; Ariane Borba; Camile Karger; Carolina Petris; Daiane Patricia Muller; Edérsio Dalsegio; Elimar Moritz; Fabianne A. Volkmann; Fabio Nones; Felipe Santos; Everson Hass; Jean Correia; Jessica M. dos Santos; Jonatan A. Franco; Luana L. Baade; Luciano Steffens; Maicon Nicoletto; Max A. Kohn Filho; Mônica F. Wackerhage; Poliana T. Iork; Sardi A. Geier.

 

 

 

 

 

 
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.